Destaque

Mural de Retornos Positivos (Feedbacks)

Depoimento de "SÍRIUS" - Sobre RTS - Terapia Telepática - A prova de que a Telepatia existe?

- by Dhin Akari

Estrela Sírius A
Conflitos: Dificuldade de dizer não, fobia de falar em público, sintomas depressivos por pressões sociais sobre sexualidade, limitação financeira.

______

Bem, dizem que por mais que as coisas estejam difíceis, há de chegar um momento em que você poderá respirar e enxergar uma nova oportunidade e seguir adiante. Definitivamente isso se aplicou a mim ao me submeter à RTS!!

O ano de 2015 foi o mais complicado da minha vida. Além de problemas de saúde, como uma lesão no joelho, dores na região lombar da coluna, havia também uma dose de ansiedade que estava por usurpar as minhas tranquilas noites de sono. E, além disso, eu conseguia sentir um desequilíbrio energético nos meus corpos sutis que refletia no meu corpo físico. E também queria expor a alguém a dificuldade que eu trazia desde o início da minha adolescência em dizer não as pessoas.

Estrelas Sírius A e B
A luz no fim do túnel, literalmente, foi quando conheci o FATOR QUÂNTICO e entrei em contato com o Din. Li os depoimentos de quem já havia se submetido ao processo e obtido bons resultados e então eu pensei: porque não? De início foi estranho porque ao enviar os conflitos precisamos praticamente deixar que alguém que a gente não conhece deixar a gente saber como somos no mais íntimo. Mas como eu queria dar um jeito em um monte de coisas que eu sei que estavam guardadas, resolvi dar uma chance a mim mesmo.

E olha, quando recebi o relatório da sessão 1 eu vi que tinha feito a coisa certa! O Din descreveu exatamente o que eu sentia, mas eu mesmo não conseguia dizer pra alguém. Ele descreveu até a máscara que eu usava pra sociedade. Quando li essa parte fiquei até com lágrimas, estava feliz, porque finalmente alguém viu o que eu sentia! As incontáveis vezes que eu sufoquei a minha vontade apenas para satisfazer a vontade dos outros ao longo dos anos, a bendita dificuldade em dizer não!
Foi descrito também um estado interno de lentidão, apatia, marasmo causado por um sentimento de tristeza que se formou no início da minha adolescência e foi se acumulando gerando a minha ansiedade. Enfim, foi muita coisa que se formou porque deixei de trabalhar o meu lado emocional e concentrei muita energia psíquica na razão.

Estatua de bronze do Deus Osíris
Diante de tanta informação sobre mim mesmo, eu esperei pela 2ª sessão. E nossa, foi muito bom, rsrsssss... Um dia antes de receber o relatório, em dado momento do dia, mesmo no estado de vigília do meu corpo físico pude sentir as pernas do meu corpo astral se mexerem. Algo parecido com uma descarga de energia. Para eu sentir isso eu teria que movimentar minhas energias na tentativa de provocar um estado vibracional.  Nessa mesma noite, depois de alguns meses eu também voltei a fazer uma projeção astral lúcida. Foi bom demais! Afinal, para uma projeção lúcida, precisamos estar com as energias equilibradas.

A essa altura eu já me sentia bem mais tranquilo, sem aquela ansiedade toda e minhas noites de sono voltaram ao normal. Desse ponto em diante só esperei pela terceira sessão, pois sabia que o que vinha pela frente eram coisas boas, rsrsrs... Meu joelho está melhor a cada dia e minha coluna também, quanto aos quesitos de saúde, só tenho a agradecer.

Hoje me encontro bem mais disposto a lutar por meus objetivos e a ser firme nas minhas decisões. Amor próprio é tudo de bom!!! Outro ponto positivo do tratamento é que ficamos bem à vontade em conversar com o Din. Se eu fosse descrever aqui neste depoimento tudo o que foi relatado nas sessões que tive, daria no mínimo um capítulo inteiro de um livro!  

No mais, incentivo muito a quem desejar se submeter ao tratamento que não tenha receio. É muito bom permitir que o novo se abra para as nossas existências aqui na Terra. Sempre serei grato ao Din por essa oportunidade que tive!


- SIRIUS

______________________

Comentário do terapeuta:

Uma das características da primeira sessão do Sírius foi o meu rápido acesso ao seu subconsciente. Com muita facilidade o encontrei e pude ver o que se passava consigo. Essa facilidade de acesso em alguns casos é sinal de saúde, noutros de vulnerabilidade.

É natural que a alma tenha alguma resistência, alguma defesa psíquica natural para impedir influências externas. Sírius estava com essas defesas muito baixas devido ao seu adoecimento emocional.

É alguém bastante estudioso e isso lateralizou sua energia na parte racional da mente-corpo o que gerou uma descompensação. A falta de energia psíquica equilibrada na parte emocional do cliente o deixou vulnerável a influências externas, mesmo fator que facilitou o meu acesso. Em muitos casos, pessoas muito estudiosas, muito tarefeiras, que tem pouco tempo ou capacidade de olhar para dentro de si, acabam inconscientemente deixando mais energia na mente racional que é justamente a necessária para cuidar das coisas do mundo externo. Com isso tendem a ter mais dificuldades emocionais, nas relações, no autoconhecimento.

As emoções são um "termômetro" sobre as situações que estamos vivendo. Elas é que nos ajudam a sintonizar o que cada pessoa nos desperta (e temos que resolver isso dentro de nós e não achar que a outra pessoa é sempre o problema) assim como os lugares, momentos da vida, afazeres, etc. Sírius vivia as consequências da opressão sexual que paira na sociedade. A sua homossexualidade, natural que é, foi interpretada como algo ruim por si mesmo devido aos valores desumanos da cultura cristã em que vivemos. Reprimiu portanto esta parte da sua identidade e consequentemente acabou acumulando uma carga muito grande de tristeza. A maior parte da sua vida, até o momento deste tratamento, acumulando tal emoção, com certeza ocasionaria em adoecimento psíquico e em seguida físico. Felizmente tudo foi remediado com a RTS.

Há quem chegue até a página FATOR QUÂNTICO e questione, critique qual a relação de publicações sobre feminismo, causa negra, causa indígena, movimento lgbt, etc. com a Física Quântica. É claro que com esta ciência diretamente não há, mas com a saúde humana que a nova física virá a ser grande contribuinte, com certeza. Então, como no caso do Sírius, uma doença social que é a homofobia, que levou o indivíduo ao adoecimento emocional, precisa ser debatida para que não se propague e seja banida da nossa sociedade. Os demais problemas sociais da mesma forma. Tudo afeta a saúde das categorias oprimidas, dos seus sujeitos na coletividade (inclua também pessoas com deficiências, problemas mentais, doenças). Por isso urge um entendimento da realidade multidimensional da vida humana e dos fatores psicossociais da saúde. Tudo tem a ver com tudo. Tudo está relacionado. A responsabilidade pela melhora da sociedade é de todos. E estou certo que a Física Quântica é a parte da ciência que vai mostrar às pessoas que elas mesmas têm poder de curar umas às outras assim como eu (e outros terapeutas) fazemos ainda "isoladamente".

O acesso ao nível quântico da mente tem que se tornar algo tão popular quando a música é, quanto as igrejas são. Todos ouvem, muitos vão às igrejas, mas ainda poucos meditam para si e para a cura de alguém (usando método comprovadamente eficiente) devido ao desconhecimento da ligação quântica que há entre nós.

E pergunte-se qual será o motivo do jovem ter escolhido o apelido de Sírius para este depoimento? Por que às menções a esta estrela e ao Deus egípcio antigo Osíris?

Bem, se você também sofre pelo que quer que seja, considere a possibilidade de tratar isso com a RTS.

Veja mais depoimentos aqui.

Sobre como proceder par ao tratamento, leia aqui.






FATOR 
QUÂNTICO

Sobre o Autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

© 2013 Fator Quântico. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9