Destaque

Mural de Retornos Positivos (Feedbacks)

Depoimento Anônimo 3 - RTS

- by Dhin Akari

Aspectos trabalhados: Compulsão alimentar, depressão, baixa autoestima, insatisfação com o emprego e outros.

"Oi Din,


Em primeiro lugar gostaria de te agradecer a disponibilidade e o carinho que sempre me dedicastes mas o que me move a te escrever hoje é tentar escrever as mudanças que ocorreram na minha vida com as sessões que fizemos.

Procurei a Remodelação Telepática do Subconsciente como terapia adjuvante aos meus tratamentos convencionais, sou uma pessoa deprimida por genética e a vida se incumbiu de ajudar a genética a se manifestar.

Procurei o Din em uma das piores fazes da minha vida, eu era casada, tinha uma filha linda de 5 meses, um emprego excelente como executiva de multinacional e estava construindo uma casa dos sonhos com meu marido. De uma hora para outra sem maiores motivos me separei, voltei a morar com meus pais, tinha um bebê que dependida de mim nos braços e perdi meu emprego...tudo em questão de 2 meses.

Eu estava acabada e como disse a vida ajudou a despertar minha genética deprimida, estava no fundo do poço, não acreditava mais em mim e em mais nada. Remédios e terapias semanais já não me ajudavam e o que me segurava viva era o amor pela minha filha!!

Vivi isso tudo por 12 meses me afundando cada vez mais e foi ai que uma grande amiga me sugeriu procurar o Din e fazer RTS.

Na minha primeira sessão o Din achou milhares de programações aonde eu me subjugava e não me permitia, ao mesmo tempo alguns obsessores estavam comigo me vampirizando e não me permitindo "viver" situações e vontades.

Foram ao todo 6 sessões mas no final da terceira eu já sorria, tinha animo e o melhor de tudo eu tinha fé de que tudo ia melhorar!!! E realmente tudo melhorou, encontrei um emprego que eu gosto, consegui ajustar algumas situações da minha vida e hoje sai de toda a depressão que eu vivia.

Muitas coisas foram descobertas nestas sessões e muitos sentimentos desprogramados na verdade só fazendo o tratamento para saber o bem que ele faz! Recomendo à todos esta experiência. Abraço
Obrigada; "

Comentário do terapeuta: Eu sempre recomendo que os clientes comprem no mínimo três sessões, assim teremos mais tempo para tratar dos aspectos mais urgentes de que ele necessita e dos demais que acabam surgindo dentro do tratamento. Até aqui, tem sido um investimento muito eficaz para os meus clientes. 

Os problemas desta cliente, como sempre ocorre com todos, eram expressões das programações que estavam surgindo a partir de um mesmo núcleo. Ela teve a separação conjugal e perdeu o grande cargo que tinha. Com isso se deprimiu e, inconscientemente, usou a comida para tentar vencer essa situação de emoção intensa (desenvolveu compulsão alimentar), ficou insatisfeita com seu corpo, sua autoestima baixou e claro, ficou deprimida.

Geralmente o próprio cliente não percebe que os vários sintomas são expressões do mesmo conflito, principalmente quando o conflito surge na infância ou adolescência. A pessoa pensa que "é" assim, que este é o seu jeito de ser, que não tem como mudar, que vai morrer assim, que nasceu pra ser infeliz, etc, etc. Muitas religiões e doutrinas espiritualistas reafirmam essas crenças negativas, pondo as pessoas a pensar que existe algo de positivo nesse sofrimento todo.

Mas, eu tenho uma ótima notícia para todos. Nada disso é verdade. No seu mundo interior, psicológico, tudo pode ser mudado. Tudo aquilo que for doentio e que esteja lhe trazendo sofrimento ou tem cura ou tem, no mínimo, tratamento. Então não há razão para se manter sofrendo. Dizer que o sofrimento é algo valoroso é fácil, mas na hora que a dor aperta, todo mundo quer se livrar dela. Estou errado? Realmente não há motivo para se martirizar. Vale a pena você investir em si mesmo, na sua felicidade, bem-estar e qualidade de vida.

O que vou dizer agora não se aplica à cliente anônima deste depoimento, mas vou aproveitar a ocasião já que os depoimentos aqui são sempre muito lidos. Uma pessoa que seja usuária de medicamentos prescritos por médicos, não deve em hipótese alguma supor que a RTS irá substituir o tratamento farmacológico. Assim como a anônima disse, a RTS pode ser usada como tratamento complementar aos convencionais. O abandono do tratamento convencional pelo cliente é de sua inteira responsabilidade, que fique bem claro isso. Eu nunca direi a ninguém que abandone seu tratamento. Bem pelo contrário, conhecendo um pouco a Medicina sei que é fundamental que o paciente siga rigorosamente o que é determinado pelo médico, mesmo que lhe pareçam descabidas as orientações do mesmo. É importante manter o diálogo com o médico. Se ele não permite isso, então troque-o por outro mais caloroso.

Agende a sua

Sobre o Autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

© 2013 Fator Quântico. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9