Destaque

Depoimento RTS - Caroline Vendrame

"Din Akari Kei" - Entrevista Para Shaumbra

- by Dhin Akari


Recentemente recebi o convite da dona (LC) da página SHAUMBRA do Facebook, para dar uma entrevista breve sobre a minha trajetória e descobrimento do Salto Quântico Genético para que fosse publicada.
Ela publicou uma versão resumida desta entrevista em sua página que também apoia o SQG.
Conheça a página Shaumbra do Facebook clicando aqui. Você precisa estar logado para acessar a página. Em breve, Shaumbra divulgará o blog que ela também criou para tratar sobre espiritualidade e demais assuntos tangentes à conspiração das múltiplas dimensões.
Interessante como essa "onda" vai crescendo sendo que não somos uma instituição e não impomos as nossas descobertas guela abaixo de ninguém. Eu espero sempre que cada pessoa que se interessar pelos assuntos do meu blog e parceiros que não absorvam loucamente nossos conteúdos, mas que se ponham numa posição reflexiva para que, posteriormente, decidam tomar uma postura ativa e constante de mudança social. Isso é claro, se vier a concordar com nossas explicações.
Gostei muito de prestar essa entrevista à Shaumbra, fiquei me sentindo importante (risos), e espero que sirva para todos entenderem o quanto humano e "normal" eu sou, sujeito às mesmas circunstâncias que todos.

Espero que gostem e já sabem né? Comentem depois! :P


LC - Há quanto tempo você criou a sua página no face e também o blog, ambos com o mesmo nome, FQ? Pode nos contar um pouquinho como surgiram eles, qual a sua história de busca da verdade (daquilo que o FQ entende que seja a verdade – mais adiante perguntarei o que o levou a ter essas certezas, ok?) “antes” de chegar a ser o FQ? Que caminho percorreu até chegar nesse ponto atual de entendimento?

FQ (resposta) – Liliana, obrigado pela oportuniadade de falar de mim e do meu trabalho com o blog aqui no seu espaço. Bem, mas a minha trajetória é parecida com a de muita gente. Eu desde pequeno era cristão, fui católico e depois evangélico. Mas não me satisfazia com as explicações esdruchulas dessas religiões. Me sentia até limitado por elas as vezes, sem falar nas ideias de que tais coisas eram pecado de fazer e até de pensar! (risos). Não faziam muito sentido mas eu frequentava, afinal desde pequenos somos levados pela familia e a sociedade a aceitar guela abaixo muitas coisas sem questionar o porque delas. Então, quando eu tinhas uns 14 ou 15 anos eu abri um site de espiritismo...nossssaaa... me lembro até hoje como foi mágico, como fui arrebatado por aquela literatura rica e fantástica, esclarecedora e envolvente. Passei anos frequentando centro espírita, lendo e aprendendo sobre essa doutrina. Ela me interessava também por que explicava alguns eventos de mediunidade que eu havia experimentado involutarimante a vida inteira. Até que em 2010 eu me interessei pelo que os espíritas chamam de desdobramento espiritual. Fui para a internet pesquisar e encontrei lá a Projeção Astral e também o blog Sete Antigos, do Bruno Guerreiro de Moraes que hoje é meu amigo. Assim como quando conheci o espiritismo, o blog do Bruno exercia um fascínio enorme sobre mim. E eu lia os depoimentos de quem já tinha passado pelo Salto Quântico Genético e ficava quase doido lendo! (risos) Também sempre fui interessado por Parapsicologia e Ufologia e o Espiritismo dava poucas explicações para as relações íntimas que existem entre esses assuntos. Então fui lendo, lendo, lendo os conteúdos dos dois blogs do Bruno até que me deparei com uma página onde ele dizia que o espiritismo era uma forma de enganar as almas, que o Chico Xavier era uma alma boa, porém ignorante que estava sendo usada e tal... Nossa cara, eu fiquei tão revoltado com aquilo que eu passei uns dias sem ler o blog do Bruno. Me lembro que quase enviei um email pra ele pra chingar! (risos) Me lembro que fiquei muito triste com essa possibilidade, por que embora eu não tivesse gostado do que li, não descartei a possibilidade de o Bruno estar falando a verdade. Passei duas semanas revoltado e profundamente triste. Juro! Numa tristeza profunda mesmo, me sentindo enganado. Bem, passadas essas duas semanas (isso era o inicio do ano de 2011 já) eu continuei lendo o blog do Bruno. Conheci também o site do Saulo Calderon sobre viagem astral, fiz os cursos dele e consegui me projetar. Isso provou pra mim, que já tinha experimentado alguma mediunidade, que de fato eu não estava alucinando ou coisa parecida, que a outra dimensão existe, que não somos "matéria viva" somente. Então com o tempo, resolvi procurar falar com as pessoas que fizeram depoimento aberto pro Bruno. Comecei adicionando o Claudinei, o Diego da Gama e depois a Scheila Grade. Até aí, eu estava atraído pelo blog do Bruno mas desconfiava que ele poderia ser um charlatão né? Vai saber... E conversar com o Claudinei, o Diego e a Scheila foi prova cabal. Os três me relatavam barbaridades que eles descobriram com o SQG. Isso me deixou mais confiante na iniciação, até por que eles me incentivaram sempre a fazê-la também. Que história longa né? Só pra explicar como surgiu meu blog eu precisei falar de tudo isso? (risos).

Então, em 2011, lá por setembro já, eu já tinha algumas experiencias com projeção astral, tinha conversado com os iniciados do Bruno e tal. Eu tinha me interessado há alguns meses pelas Física Quântica e estava estudando a teoria e assuntos que relacionavam ela com a espiritualidade. Decidi fundar um blog! Mas o blog era para falar sobre Física Quântica relacionada com a Espiritualidade... Daí, criado o blog, eu pensei: "ah, vou falar também das minhas experiências com projeção astral e das memórias daquele pessoal do Bruno, já que esses assuntos me fascinam tanto". Pois bem... comecei  a publicar sobre isso e quando vi o meu blog falava "só" disso praticamente. Meu blog acabou virando um expositor das memórias dos iniciados do Salto Quântico Genético. Vi que eu sabia mais sobre o sistema de escravidão da consciencia que existe na Terra do que sobre a tal da Física Quântica. E assim foi, o blog tem a minha cara mesmo, pois ele fala sobre espiritualidade, ufologia, parapsicologia, projeção astral... e por aí vai, a gama de assuntos é grande. Ah, e a Física Quântica acabou ficando para segundo, terceiro plano no blog (risos) e muitas pessoas vem me dizer "eu entrei no seu blog por que pensava que era sobre física quântica" (Risos), era pra ser né pessoal, mas acabei tomado por outros assuntos que tambem são muito importantes. A física quântica está mais presente no nome do blog apenas e no pano de fundo dos assuntos, pois tudo está relacionado às várias dimensões da realidade, espírito, energia, etc.

LC - Pode nos contar quem você é? Isto é, qual o seu nome, idade (parece ser muito jovem, portanto, podemos perguntar, rsss). Se for brasileiro, em qual estado você nasceu, qual a cidade onde mora? Estuda, trabalha? Enfim, essas coisas que possam desmitificar o “misterioso” dono da página e do blog FQ, para que as pessoas vejam que você é um ser realmente “humano”, rsss, com as suas lutas, seus medos, seus corre-corre no dia-a-dia, etc. (SE NÃO PUDER OU QUIZER DAR ESSAS INFORMAÇÕES OU ALGUMAS DELAS, NO PROBLEM, responda o que assim desejar, ok?)

FQ (resposta) – É, com certeza se forma um mito ao redor de mim por eu não me mostrar no blog. Mas eu tenho motivos para fazer isso. A área profissional em que eu atuo não permite que eu "misture" assuntos dados como "místicos ou esotéricos" à minha prática profissional. A minha imagem também não deve estar associada publicamente a esses assuntos. Poderia trazer prejuízos pra mim. Então é por isso que não revelo meu nome, minha profissão, etc. Eu posso te dizer que tenho 22 anos, sou trabalhador (risos), faço faculdade, sou brasileiro natural do Rio Grande do Sul. (risos). No blog eu assumi o apelido de "Din" para as pessoas me chamarem assim.

Já ouvi algumas coisas a respeito da minha "identidade secreta". Me disseram que eu sou o próprio Bruno Guerreiro de Moraes numa estratégia de marketing voltada para um público mais jovem, ou para "testar a opinião das pessoas". (muito risos!) Acho tudo isso muuuuiiiito engraçado! Por que mostra como nós temos a capacidade de fantasiar muito sobre aquilo que não conhecemos. Nada disso é verdade. Eu relmente não sou o Bruno, mas ele se tornou meu amigo por eu apoiar o trabalho dele e por eu ter verificado por conta própria que o que ele faz é algo absolutamente verídico e irrefutável uma vez que você passe pela iniciação e pratique em casa.

Como o Bruno também não se mostra, surgem essas fantasias que misturam a minha pessoa com a dele. Mas eu não me mostro pelos meus motivos, o Bruno pelos dele. Esses motivos não são somente "mundanos", são espirituais também, afinal nos nosso blogs o que menos tem são "notícias boas" de que somos espiritos no jardim da evolução e blá blá blá... Eu poderia ter criado um blog como tantos que tem por aí que só pintam a nossa realidade como linda e gloriosa, cheia de seres invisíveis que estão por aí para ajudar a humanidade... mas, para a tristeza de muitos eu resolvi falar a verdade e a verdade dói. A verdade é como um chute no rosto sem dó e nem piedade. Eu sinto muito por quem não aguenta isso e critica o nosso trabalho e nunca mais volta no blog.

LC – Pelo que se entende, lendo o seu blog, estamos todos os humanos atrapados numa grande teia, ou seja, presos numa conspiração multidimensional DA QUAL NINGUÉM AINDA DESCOBRIU COMO SAIR, já que o SQG apenas nos permite lembrar a nossa Origem e recuperar TODAS AS NOSSAS LEMBRANÇAS DESDE O INÍCIO DA NOSSA EXISTÊNCIA ATÉ O TEMPO PRESENTE, SEJA AQUI NESTA TERRA COMO EM ALGUM OUTRO LUGAR DO UNIVERSO. Pelos seus conhecimentos, existe uma saída para sairmos deste planeta prisão ou apenas iremos conseguir sair da roda das sucessivas reencarnações?

FQ (resposta) – É complicado responder. Na verdade eu nem gosto de responder essa pergunta, por que nem eu mesmo gosto da resposta... Mas a situação em que estamos é complexa mesmo. Estamos em um planeta modificado para destruir as almas, reduzi-las a nada. Como tu dissestes, o SQG permite que nós relembremos a nossa origem e também nos devolve a potencialidade pura que nos permite desenvolver nosso parapsiquismo e outras coisas mais que estão bloqueadas no DNA-Lixo do genoma humano. E siim, reenccarnar ninguém deve, mas para isso é só se decidir, não precisa fazer o SQG, acredito.

LC – Além do SQG, existe algum outro método para recuperar os nossos poderes como Deuses? Que poderes são esses? Ou cada pessoa teria poderes diferentes e únicos? Há quanto tempo vem sendo praticado esse método?

FQ (resposta) – É uma pena, mas por impedimento legal nós não podemos falar publicamente sobre a origem do SALTO QUÂNTICO GENÉTICO. Mas quem quiser pesquisar na internet descobrirá facilmente. Pelo mundo existem outros métodos, mas eu não sei dizer com exatidão nada sobre nenhum. Eu sei que o David Icke, o palestrante famoso que também denuncia a conspiração do mundo (ele é focado na conspiração que há no mundo físico, fala pouco de outras dimensões), foi iniciado aqui na América do Sul. O método ao qual ele foi submetido parece ser similar ao SQG, já que ele lembrou de que existem várias dimensões. Eu sei que a Yoga, a Meditação por exemplo, ajudam na reativação da Kundalini e o contato com o Eu Maior respectivamente, que são as dávidas que o SQG nos dá entre outras tantas possíveis.

Os poderes são todos os que tu podes imaginar e até os que não pode (risos)... mas eles não vem de uma hora para outra. Tem que praticar e a própria supra indica cursos e métodos para a reativação dos nosso poderes. Louco isso né? (risos).  Essas capacidades são aquelas que são estudadas na parapsicologia... até então são as que eu conheço e sei que os iniciados do Bruno acabam desenvolvendo. Não consigo imaginar nada muito além disso também. Mas isso já é bom demais! (risos).
LC - Somos todos seres cuja origem pode ser proveniente de algum dos mais diversos planetas do Universo? Bem, sendo que somos dominados pelos DRACONS (Reptilianos) que por sua vez são “capangas” de outros seres muito mais poderosos do que eles mesmos e que vivem da energia que nós produzimos, seres do tipo “bam-bam-bam”, é possível que no meio desta grande mistura de raças que habitam o Planeta Terra nas formas masculina e feminina existam seres que sejam 100% reptilianos?

FQ (resposta) – Ah sim... com certeza. Pelo que sei os reptilianos propriamente ditos vivem em construções subterrâneas, cavernas e tal. Os reptilianos famosos que estão infiltrados na política internacional e dirigem grandes empresas mundiais são híbridos com humanos. A alma deles é a mesma desde que chegaram na Terra, claro, assim como eu e qualquer pessoa. Mas eles nascem sempre no mesmo "contexto" pra poderem fazer a manutenção do poder, da matrix, da escravidão, etc. Não esquecem de quem são quando reencarnam, isso é feito com os escravos, claro. O que sei sobre eles é basicamente isso. No meu blog tem conteúdos que os teus leitores podem consultar e se esclarecerem mais.

LC – Como foi seu SQG, foi muito “turbulento”, digo, em termos de lembranças assustadoras, ou, no mínimo, completamente inesperadas? Pode relatar-nos a sua origem e algumas das encarnações que lembrou, com detalhes importantes, como para que possamos entender melhor esse processo cruel ao qual fomos submetidos?

FQ (resposta) – Posso falar sim, numa boa. A minha iniciação não foi turbulenta... Mas foi inegável tudo o que aconteceu comigo. Senti o desbloqueio dos meus chacras, senti emoções horríveis... Na hora da iniciação a minha supraconsciencia não foi muito clara e só me dizia q eu estava muito fragilizado (emocionalmente) para saber de muitas coisas naquela hora. Em casa, na semana posterior à iniciação é que eu consegui acessar as informações. E que informações... até o momento em que escrevo essas respostas para ti, Liliana, e faz quase um mês que fui iniciado, só lembrei de coisas ruins, trágicas mesmo, e coisas que dão muita vergonha. Isso é absolutamente natural, pois a supraconsciência mostra primeiro os imprints mais terríveis, mais fortes que são os que podem se repetir de imediato nesta encarnação. Daí então eu e ela limpamos isso do meu sistema e o imprint some junto com a possibilidade dele se repetir. Quando eu falo que a iniciação foi "horrivel" choca as pessoas. Claro, por que esperam que eu tenha um discurso lindo, cheio de emoção e entusiasmo (risos). Só que foi uma experiencia dramática mas eu pagaria de novo para passar por ela devido ao benefício que traz saber de quem eu realmente sou! Isso é inenarrável e é por esse motivo que eu sou um entusiarta do Salto Quântico Genético e divulgo o trabalho do Bruno no meu Blog. O contato com a Supraconsciencia, a presença dela, as sincronicidades, o alinhamento da vida... putz.. tudo isso é muito bom. Aliás, vou dizer algo que vai abalar muita gente: 1500 reais é pouco. Quando estava conhecendo a iniciação, já estava achando que o Bruno era charlatão e tudo o mais por que o valor de 1500 reais pra mim era exorbitante. Mas agora, vixe! Eu pagaria de novo, sabe? Pense comigo: Uma única vez na sua vida você vai pagar esse valor e vai ter as suas memórias de volta, vai ficar independente no seu desenvolvimento espiritual, vai poder ser "paranormal", vai ter uma expansão da sua consciência infinitamente, vai ter a possibilidade de curar doenças emocionais e as vezes físicas tbm (há casos em que isso ocorre)... Poxa, você acha que 1500 é muito por tuuudo isso? É nada. Claro que não é uma grana que todo mundo no Brasil tenha à disposição sempre, mas a gente junta dinheiro pra comprar geladeira, moto, carro não é mesmo? Então se a pessoa acha pertinente passar pelo SQG ela pode se planejar e fazer isso. E precisa deixar de lado a crença limitante que predomina no Brasil que "o que é espiritual tem que ser de graça". Bem, se o Bruno fosse bilhonário eu também reclamaria de ele estar cobrando. Essa grana sustenta o cara, fora que ele traz pessoas de fora do Brasil para dar cursos iniciáticos como o dele. Fora as várias coisas que ele faz... mas que não vou ficar falando aqui por que se não vou parecer um advogado (muitos risos) que fica defendendo alguém. O que tenho pra dizer é que o processo é verídico, o Bruno não é charlatão e que 1500 reais não é nada frente aos benefícios que vamos tendo ao longo da vida pós-Salto.

Então, até agora só lembrei de memórias ruins. Vou colar aqui o que escrevi sobre uma memoria que lembrei recentemente:

"Marrocos, vi um rapaz que nasceu com as duas pernas deformadas. A perna esquerda era a mais comprometida. O rapaz andava pela rua com dificuldade. O lugar era muito pobre, as casas pareciam ser feitas de barro. Era tudo da cor da areia que tinha no chão. Era uma paisagem um tanto desértica mas nessa vila havia muita gente. As escadas eram feitas de barro também. A minha mãe ficou muito triste quando me viu nascer com as pernas deficientes. A minha aparência era de indiano, pele bem escura, cabelos lisos, muito magro e nariz grande e fino como de asteca. A roupa parecia feita de estopa. As casinhas eram como ocas de índios, redondas, feitas de barro, arenosas. Muito sol, ar seco, muito vento. Não tive informações de que época era esta nem o nome do local. A supra me levou até esta vida para limpar mais uma parte do imprint forte que eu tenho nas pernas."

Esta foi uma memória breve que tive de uma vida no lugar onde hoje é o Marrocos. Como eu fui iniciado há menos de um mês, não sei decifrar muito bem as informações que a supraconsciência passa. Tem dias que a conexão com ela está boa, tem dias que não. Tem dias que estou cansado ou sob efeito de alguma emoção e tudo isso atrapalha a comunicação com ela por que a mente racional fica muito reativa e critica todas as informações que "surgem" na cabeça. O mais interessante de relembrar as vidas passadas é poder confirmá-las depois. A supra passa informações que eu nunca, jamais pensaria na minha vida ou teria visto. Daí eu vou pesquisar as informações e elas todas existem. Prova de que eu não estava imaginando ou inventando a história toda. Sobre a minha origem eu sei pouco e lembro de outras vidas aqui na Terra. Vou falando algumas coisas sobre isso no blog, fiquem ligados! :P (risos)

LC – Essas pessoas que estão procurando o SQG, elas estão se agrupando de alguma forma, mantendo contato entre elas? É importante que tenhamos essa “unidade” em  termos de “força” ou é besteira? É interessante que trabalhemos juntos com a finalidade de desenvolvermos algum modo de promover a libertação do maior número de pessoas? E aqui vou fazer a pergunta novamente: existe pelo menos uma “pista” de como sair deste Planeta Terra? Porque, se não for assim, como podemos ter certeza de que não iremos reencarnar novamente? Como saber se após o SQG estamos livres desses seres que nos aprisionam? Ou não ficamos livres deles? Se não ficamos livres, de que nos servem os poderes? Imagino que não seja só para brincar com as nuvens.... rsss. Poderia acontecer, por exemplo, de morrermos e então, como ainda estamos debaixo do domínio deles, sermos levados para os laboratórios deles novamente, sermos adormecidos e voltarmos à roda das encarnações, ou seja, tudo voltaria à estaca zero? Qual a sua opinião sobre isso? E o Bruno, como ele explica essa situação em que estamos?

FQ (resposta) –  Bah tchê, que pergunta essa hein!?


Certamente se estivermos unidos será melhor. As pessoas estão buscando o SQG não é por acaso, elas estão se sentido mexidas como eu me senti no inicio quando conheci o blog do Bruno. Nós estamos procurando nos agrupar de alguma forma sim, e não somos nem eu e nem o Bruno que estamos promovendo essa união, são pessoas curiosas que formam grupos no facebook, por exemplo, para discutir as descobertas do SQG ou até contextar as evidencias e argumentos de que a iniciação é verdadeira. É um processo muito legal ver esse despertar coletivo que acontece no mundo todo, seja para a conspiração illuminati, seja para a conspiração nas múltiplas dimensões da Terra. Tudo isso terá sim a possibilidade de que muita gente saia daqui.
A possiblidade de sairmos definitivamente daqui existe sim, por que dos planetas-prisão que existem a Terra nem é dos piores, acredita? Existem seres que querem a nossa libertação, mas é melhor não falar publicamente sobre eles, pois isso afetaria os planos que eles tem. No seminário de iniciação as pessoas podem perguntar o porque estou dizendo isso para o Bruno. Além do mais, as pessoas tem q se desapegarem da ideia de "serem salvas, ajudadas" por alguém, por outros seres. Pra que eles possam nos resgatar daqui, é necessário que cada alma faça muiiiiito esforçoo... a atuação da Liga (seres que nos querem livres) é muito restrita. Os escravizadores não permitem que eles entrem nem na nossa galáxia, é mole? Então não dá pra ficar "rezando" e esperando que alguém vennha ajudar. Ou você se responsabiliza pela sua existência, se torna maduro e dono de sí definitivamente, ou fica como um bobão por aí esperando a intervenção de extraterrestres benevolentes...
Não reencarnamos mais por que nos recusamos. E com a meditação e limpeza do sistema nossa vibração vai aumentando até um nível que os escravizadores não tem como fazer nada, já que eles vibram na 3ª e 4ª dimensões. Os donos da Terra sim, vibram em dimensões mais elevadas, mas não sei como ficaria isso com relação a eles. A supraconsciencia passa essas informações e nos orienta pelo caminho da liberdade, que é um caminho interno que vai te levar a te tornares puramente divino. Daí uma vez que tu voltes a ser plenamente Deus, já era né? (risos) Não tem pra ninguém. Acho que o Bruno seria a melhor pessoa para responder essa tua pergunta.
"Brincar com as nuvens" é só o começo do desenvolvimento. Eu consigo fazer isso desde o dia em que fui iniciado. Na medida em que limpamos os chacras os poderes vão eclodindo naturalmente. Se você consegue mover a matéria aqui na dimensão física, no plano astral com certeza você acaba sendo mais poderoso. Acho que as vantagens começam por aí quando se realcionam com o mundo dos espíritos. Os poderes já eram seus, você só está recuperando eles. É pra "isso" que eles serevem, entende? São naturais, é que você os perdeu e agora está recuperando-os. 

Acho dificil isso de eles nos pegarem de novo, por que agora estamos "vacinados" e existe um "acordo" de que os escravos que despertam não podem ser reaprisionados. Não é bem isso mas é mais ou menos por aí. O Bruno explica melhor. (risos).

FATOR QUÂNTICO

Sobre o Autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

© 2013 Fator Quântico. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9