Destaque

Depoimento - Matheus M. de Freitas

Conversa Aberta Com Iniciado No Salto Quântico Genético - Marcus Tadeu

- by Dhin Akari


Para algumas pessoas o nosso trabalho de divulgação e nosso depoimentos perde a força quando percebem que a maioria das pessoas por trás dos depoimentos, conversas etc, não divulga sua imagem e outros dados da sua identidade.
Mas por que o anonimato?
Bem, imagine você chegando no seu local de trabalho ou para a sua família e contando às pessoas que descobriu que é um extraterrestre que foi abduzido de seu planeta natal, torturado, sofreu amnésia e foi obrigado a viver na Terra sem saber quem é?... Logicamente, se você despejar toda a história de maneira inescrupulosa para os ouvintes, vai receber o rótulo de lunático ou coisa parecida.  Ainda que você tenha passado pelo Salto Quântico Genético e desenvolvido paranormalidades que consiga demonstrar voluntariamente às pessoas de seu convívio, muitas delas vão continuar negando que qualquer coisa dessas descobertas e evidências sejam mesmo verdade. Ok, é um direito que as pessoas têm de não estarem abertas às outras possibilidades muito diferentes das convencionais, nas quais estão acostumadas a pensar e vivenciar. Precisamos estar cientes disso e respeitá-las. Aliás, quem de nós acreditou logo de primeira nessa “história louca de conspiração em várias dimensões"? Quem em algum momento não se questionou se tudo isso é mesmo verdade? E o caminho continua sendo esse: questionar sempre! Questionar e aprimorar o próprio discernimento e a lucidez dos pensamentos, para a passos largos trazermos a verdade à tona.

A ocultação das informações pessoais dos depoentes (e minha) se dá por motivos pessoais e profissionais. Respeite a nossa decisão.
Mas nem todas as pessoas que passam pelo Salto, ou experiências do tipo, optam por se manter anônimas. Para muitos dos leitores, saber características mais concretas dos relatores poderá ter um peso a mais para a credibilidade do meu blog e dos blogs parceiros.

Então para estremecer o ceticismo e a oposição cega de muitos, vai ao ar agora mais uma conversa aberta com alguém “cheio de diplomas” (risos) que podem dar ainda mais credibilidade ao depoimento.

A seguir Marcus Tadeu, Psicólogo, Doutor em Psicanálise, Especialista em Estratégia e mais vários outros “rótulos” (palavra dele) fala nesta conversa sobre a sua experiência com o Salto Quântico Genético e e nos esclarece sobre a subjetividade desta iniciação.

Delicie-se com a leitura! (risos)



Fator Quântico diz:
Oi Marcus!
Marcus Tadeu - http://twitter.com/marcustp diz:
Oi
Fator Quântico diz:
Tudo bem?
Marcus Tadeu diz:
Tudo bem.
Fator Quântico diz:
Você já leu alguma das conversas com iniciados do salto do meu blog?
Marcus Tadeu diz:
Não li.
Fator Quântico diz:
Hum...são conversas anônimas com quem passou pelo SQG do Bruno Moraes que eu publico.
Eu gostaria de fazer uma contigo um dia pra saber sobre a tua experiência, as mudanças e tal.
O que achas?
Marcus Tadeu diz:
Quando e qual conteúdo foi publicado em seu blog?
Fator Quântico diz:
Aqui: http://fatorquantico.blogspot.com.br/p/depoimentos.html
Será que poderemos fazer uma conversa dessas um dia, anonimamente se preferir?
Marcus Tadeu diz:
Então... eu vi a sua matéria. É interessante sim
Mas temos que tomar alguns cuidados que eu recomendo.
Claro cada um de nós temos tido várias experiências.
Fator Quântico diz:
Humm
 Marcus Tadeu diz:
E não posso lhe dizer que não seja verdade que vivemos em um modelo de aprisionamento dos sentidos, sentimentos, emoções e instintos.
 O meu trabalho e revelação da supraconsciência tem mostrado a mim muitos caminhos interessantes de vivência nesse planeta.
Fator Quântico diz:
Hummm
 Marcus Tadeu diz:
Só que ainda o aprisionamento é o mínimo da coisa, entende?
Fator Quântico diz:
Não entendo muito bem. Pra ti não é aprisionamento?
 Marcus Tadeu diz:
Não... é realmente mais complexo que isso.
É programação genética que o quanto mais rememorarmos criaremos "monstros" e ou "imagens" distorcidas da nossa verdadeira essência.
Fator Quântico diz:
Aham
 Marcus Tadeu diz:
A programação existe? Claro que existe e sempre existiu!
Agora... Só não posso me manter só nisso...achar que tudo é uma prisão, sabe?

Exatamente, caro leitor. Não é por que você sabe agora dessa questão existencial toda que envolve a Terra e a vida aqui, que você vai deixar de viver sua vida, de se cuidar, de continuar com seus bons hábitos e tudo o mais que lhe apraze e traz saúde. Sem fanatismos, sem alienação. Feito?

Fator Quântico diz:
Sim, sim. Entendi bem agora.
Então me concede uma conversa aberta?
(risos)
Podemos marcar um dia, o que achas?

Marcus fica offline e retorna após alguns minutos.

Marcus Tadeu diz:
Desculpa. A conexão com a internet está ruim.
Voltando....
A minha preocupação hoje com toda a revelação recebida e individual em cada um de nós, é verdadeiramente avaliarmos a nossa verdade sobre as coisas.
Fator Quântico diz:
Ok.
Marcus Tadeu diz :
Uma coisa lhe digo: dentro de tudo isso há muita fantasia, alucinação e nada de escravidão. O que de verdade é mesmo é a nossa realidade,
os acontecimentos fizeram parte sim de nossas experiências, mas... que tudo é uma PRISÃO, temos o direito de escolher mesmo recebendo a pressão pelas autarquias ou entidades dominantes de poder que seja somente isso e somos escravos permanentes em um sistema alienado.
Fator Quântico diz:
Está complicado, acho que meus neurônios tiraram folga hoje. O pra ti é fantasia nisso tudo?
Marcus Tadeu diz:
Assim... Deixa eu tentar trazer para o "presente" uma explicação...
Deixemos que um indivíduo a vida toda fora manipulado por pais e pela igreja, seja qual for e ele decide se "descobrir" quem realmente é.
Fator Quântico diz:
Sim...

A seguir Marcus define brilhantemente os imprints.

Marcus Tadeu diz:
Só que o represamento das imagens mesmo tendo de vidas passadas ou na vida presente, se acumulam como forma-energia na mente da pessoa com o desenrolar da história do indivíduo, muitos e muitos processos vão desencadear desequilíbrios que mexerão com a atividade psíquica do mesmo onde lá está armazenada toda e qualquer tipo de informação não-elaborada, digo, não verbalizada durante os tempos de sua existência aqui na Terra e registros de repressão de outras vidas.
Então...
Fator Quântico diz:
Show! Ótima explicação!!!
 Marcus Tadeu diz:
Quando o indivíduo começa a ter acesso ao Incosciente dele, que dizem ser a Supraconsciência pelo processo de iniciação, ele vai lentamente "limpando" pelo próprio esforço os imprints da aura que o remeterá em momento oportuno à realidade "real" do mesmo.  E ele ou ela perceberá
que de verdade... não precisa de Deus para Salvar. Se existe Jesus ou não pouco importa.  Se Buda era bom ou não...também não importa, etc...
Então...o indivíduo regido pelo seu próprio sistema de crenças vai alimentar o consciente com a informação dele ou dela precisamente e do "nada" vai deixar de lado todas as baboseiras de conversa de igreja, de religião, de política, de julgamento, etc... e vai estar 100% ele ou ela.
Fator Quântico diz:
Eitaaa... Então o processo é mesmo ótimo?

Marcus Tadeu diz:
Com certeza, sem sombra de dúvida.
Agora o objetivo é treinar, treinar, treinar até esgotar essas "imagens".

Eu fiz esta conversa com o Marcus bem antes da minha própria iniciação. Ao chegar nesta última fala dele, vejo o quanto verdadeira ela é. O Salto não traz resultados repentinos de uma hora para outra. Mas treinando dia após dia, tenho sentido que a cada vez fica mais fácil e forte a conexão com a Supraconsciência. A limpeza dos imprints (as imagens de que Marcus fala) requer dedicação, mas a cada êxito, internamente, é notável que algo se modifica. Também percebo que quando limpo um registro, outro registro logo fica “dando sinal” de que precisa ser limpo do meu sistema.  

Fator Quântico diz:
Aham.
 Marcus Tadeu diz:
Que nada tem a ver com o momento presente do indivíduo.
Fator Quântico diz:
Está certo.
 Marcus Tadeu diz:
É como a Evolução...realmente não temos nada que evoluir.

Mais uma verdade pura. Essa história toda de que somos espíritos em evolução, crianças espirituais em um planeta-escola (¬¬’ me poupe...), de que temos que seguir algum ser ascencionado e blá blá blá é lorota das boas feita para prender os escravos que precisam de explicações mais complexas da realidade para  se aquietarem. Cada filosofia existencial (cristianismo, hinduísmo, espiritualismos, etc) se vale de certa complexidade para aprisionar aquelas almas mais “exigentes”. Assim como as explicações mais simples prendem as almas mais ingênuas. 
A evolução que existe aqui no sistema da Terra funciona da seguinte forma: Uma alma que habita um corpo mineral, por exemplo, entra no planeta e vive milhares de anos no reino mineral como uma pedra. Depois desse tempo todo ela conquista a capacidade de construir um corpo mais elaborado e passa a encarnar como vegetal. Passam-se milhares e milhares de anos vivendo nesta condição, ganha-se a capacidade de articular um corpo mais complexo. A alma então passa a encarnar em um corpo de animal... milhares de anos depois... um corpo humano. Milhares de anos vivendo como humano destroem a alma devido ao desgaste que as várias vidas na ignorância causa. Aí a alma destruída é levada por sua centelha para o inicio de todo o processo evolutivo de novo! Lá no reino mineral!!! E mais milhares e milhares de anos no ciclo até que a centelha “perde a esperança” na alma que habita e a abandona. A alma vira um homúnculo (como um mendigo no plano astral) e serve às entidades trevosas até que desapareça completamente do universo pelo seu desgaste.
A tal evolução da alma é uma farsa, assim como “lei natural do karma ou da reencarnação”. Já somos puro potencial divino. Já estamos “prontos” entendem? Não há o que evoluir, somos divinos.

Fator Quântico diz:
Bem, esta já é a nossa conversa aberta? Não sei se estou tomando teu tempo, pensei em marcar hora e tal...
Marcus Tadeu diz:
Porque o Planeta Terra já se encontra no 4º sistema solar e nós como constituição de 4 elementos (fogo, água, ar e terra) vivemos como seres dimensionados tendo: corpo, mente, alma e espírito fazendo o jogo evolutivo da não-criação.
 Aí entende-se o modelo de que na bíblia somos criaturas e não criadores
manipulando-nos como não decisores do nosso destino porque o destino é o caminho e não o fim.
Fator Quântico diz:           
                                                                                                              

(vácuo da pergunta anterior)


Marcus Tadeu diz:
E assim a "massa" vai acreditando nisso passando o seu poder criativo a oráculos, delfos, pastores, instituições privadas, etc...
Já tive caso de ter conhecido que falou que o Lula ferrou a vida dele estando na política...
Agora... que culpa o LULA tem se o indivíduo não soube o momento exato de abrir ou fechar o seu negócio? De ter perspicácia de estudar, compartilhar e investir no seu negócio, entende?

Para alguns é preferível culpar o outro a negar a própria ignorância.

 Marcus Tadeu diz:
E aí por diante... não sei se você consegue entender tudo isso, mas a realidade é muito diferente de tudo isso.
Porque cada um vai tendo um processo e a limpeza psíquica vai mostrando lentamente com o seu próprio esforço quem realmente você é.
Fator Quântico diz:
Sim, estou entendendo e estou fascinado
porque parece que tu falas a mesma língua que eu (risos)
Marcus Tadeu diz:
(risos)
Fator Quântico diz:
Me diz, eu posso publicar esta conversa?
Marcus Tadeu diz:
Fique à vontade... faça o que quiser.
Fator Quântico diz:
Gostaria de um apelido, posso falar que tu és o dono do blog “Meu Salto Inesquecível”?

Após a iniciação, Marcus ficou satisfeito com os resultados e assim como eu, criou um blog dedicado a apoiar a iniciação feita por Bruno Guerreiro de Moraes.

Marcus Tadeu diz:
Fique à vontade, como quiser.
Fator Quântico diz:
Sem apelido?
O_O
Marcus Tadeu diz:
Só não me chame de Jesus...(risos)
E nem de Buda...(risos)
Fator Quântico diz:
(risos)
Marcus Tadeu diz:
E muito menos de Deus...(risos)
Fator Quântico diz:
“Podexá”.
Marcus Tadeu diz:
Se não como diz o Bruno que vem a galera pra cima reclamar e ficar contestando. Objeção e objeção é um problema... porque nunca satisfará o EGO das pessoas e o objetivo anticrístico é realmente derrubar a sua crença, sendo que não tenho crença de nada e fico dando alimento para o Diabo o combatendo...(risos) ...não vale a pena se desgastar com isso. Pelo menos é essa realidade que tem me mostrado.

Por isso que cada vez menos tenho vontade de debater com veemência a veracidade da iniciação O Salto a qual eu também me submeti. Ainda que exista o meu blog com artigos e conversas com pessoas que foram iniciadas, ainda que tenhamos vídeos de nossa influência sobre as nuvens, ainda que relatemos eventuais paranormalidades, ainda que se preste depoimento não-anônimo... não adianta, quem não quer entender, não entende. 
Há o caso de um amigo iniciado no Salto que demonstrou algumas vezes para uma pessoa o desmanche de nuvens diante dos seus olhos. A pessoa simplesmente não acreditou. Então... adianta tentar provar para quem não quer saber? Acho mesmo que o melhor caminho é este de divulgar o que sabemos, deixando a disposição em um local onde quem quiser ter informações possa acessá-las livremente. Esse lugar é a internet e o meu blog e os blogs parceiros tem essa função.

Marcus Tadeu diz:
Quando procuramos pouco a pouco sair de toda essa fantasia criada (iniciação de boca a ouvido) veremos que o nosso potencial se expande. Só que o processo "O Salto" é essencial para quem verdadeiramente quer saber a verdade de si mesmo. Não é brincadeira!
Fator Quântico diz:
Massa! Acho que isso serve até para mim, pois me desgasto às vezes tentando explicar a coisa toda pras pessoas.

Como eu disse antes, fiz esta conversa antes de ser iniciado no Salto. Naquela época eu me prestava a discutir com algumas pessoas sobre a iniciação. Hoje, após o meu desbloqueio, não vejo a menor necessidade disso. As informações e evidências estão à disposição na internet e só tendem a aumentar. Quem tem boa vontade, pesquisa. Quem só quer se opor, nega as evidências e critica para defender seu ego.

Marcus Tadeu diz:
É a coisa mais séria que eu já passei pela minha vida.
Fator Quântico diz:
Que incrível.
Muito legal tu dizeres isso.
Marcus Tadeu diz:
E a revelação, apocalipse ou seja lá o que foi revelado e continua sendo revelado,
É algo vivo sem máscara e sem medo.
Tudo isso.
Fator Quântico diz:
Apocalipse? oO
Marcus Tadeu diz:
É... digo apocalipse porque significa "revelação" ou seja, tirar o véu, a máscara.
Fator Quântico diz:
Ah sim, não é o apocalipse bíblico. (risos)
Marcus Tadeu diz:
Por isso quando tiramos o véu "implantes e ou imprints" pelo processo de conscientização de nossa verdadeira realidade, notamos que somos o que somos sem defender nada e ninguém, e por isso, não nos desgastamos.
Sabe em todo esse processo o que é o mais importante?
Fator Quântico diz:
Não, o quê?
Marcus Tadeu diz:
É você "guardar" a sua energia ou economizar.
Tipo se resguardar de experiências que não levam a nada.
Por exemplo... ir para balada (diversão) fazer o que se uma pessoa não gosta de beber bebida alcoólica?
Vai ficar se "desgastando" achando que está sendo pressionado pelo ambiente, pelos amigos, etc... e de repente cai na tentação de beber
pela primeira vez e sente-se pecador... (risos)
Fator Quântico diz:
(risos)
Marcus Tadeu diz:
Na verdade essa pessoa só infringiu a regra que ela mesma estabeleceu em algum momento de vida e hoje já não serve mais para ela.
Fator Quântico diz:
Opa, tive um déja vù aqui! (risos)
Marcus Tadeu diz:
(risos)
Fator Quântico diz:
Eu posso falar da tua profissão?
Marcus Tadeu diz:
Sim, sem problemas. Publlique o que quiser.
Só não publique peço a gentileza o meu email que não quero me desgastar com respostas que não leve a nada.
Fator Quântico diz:
Cara, me preocupa se a publicação dessa conversa traga algum prejuízo profissional pra ti, por que é um assunto bem fora do que as pessoas estão acostumadas como sendo realidade.
Conversei com outra iniciada, que também é Psicóloga Psicanalista, e ela me disse que as coisas que ela aprendeu na faculdade poderiam até serem jogadas no lixo depois do Salto. Fiquei abismado com isso. (risos)
Marcus Tadeu diz:
Posso até concordar com ela em termos.
Boa parte não faz sentido mesmo. Eu mesmo jogo todos os meus livros do que já estudei ao longo de minha vida que não chegam nem perto do que é a verdade de nós mesmos dentro do nosso processo de consciência.
Aí concordo que pode jogar tudo no lixo e recomeçar tudo.
Agora, se ela te diz isso que fez o salto, não por causa do salto que ela disse isso, mas por causa da realidade dela. Psicologia é ótimo assim como Psicanálise,
Terapia, etc...
Só que tudo isso são tentativas de descoberta da sua realidade.

Também concordo com Marcus neste ponto. A terapia psicológia é sempre bem vinda, antes e depois do salto enquanto for necessária.

Fator Quântico diz:
Aham, massa!
Marcus Tadeu diz:
Se fosse assim os psicólogos, os psiquiatras seriam deuses e não são... estão mais doentes que a massa porque acham eles que não precisam passar pelo processo de liberar tudo isso que estudou ou acha que conheceu para verdadeiramente cuidar das pessoas, orientá-las, e não é isso o que vemos.
Estão literalmente mais doentes do que a massa e ninguém aprisionou quem fez isso ou aquilo. Eles mesmos que foram escravos e estão sendo escravos do sistema que eles optaram em participar por achar que teriam um futuro melhor ou algo do tipo. O que digo não é nenhum mal da Psicologia ou da terapia...
Fator Quântico diz:
Nossa...
Marcus Tadeu diz:
E nem da Psicanálise porque assim sou doutor e cliniquei por muito tempo com isso. Mas de verdade tudo isso pouco importa porque nada disso levará você a verdade de nada porque está tudo externo, tudo fora é alimento da mente somente.
Fator Quântico diz:
Entendi isso.
Marcus Tadeu diz:
Para alimentar a alienação aí sim do sistema que já existe; doente
Exemplo... para que irão colocar o sistema de saúde em dia para o povo brasileiro se na verdade o problema está na população que cresceu e as pessoas estando mais miseráveis possíveis são escravas do sistema?
Só que acontece o seguinte: todos tem o potencial de mudança assim como eu e você.  Agora o que difere eu, você e eles é o que cada um de nós procura de verdade.
Fator Quântico diz:
Aham...
Mas não entendi o porquê dos psicólogos e psiquiatras estarem mais doentes que a massa?!
Marcus Tadeu diz:
Claro, simples.
Eles "acreditam" que devem estar profissionalmente fazendo um bem enorme para a sociedade, se realizando como pessoas, que veio aqui com a missão de fazer isso ou aquilo e acabam caindo na armadilha dos conselhos, das doutrinas recebidas, das normas como profissão que estão doentes há muito tempo
dentro das regras e que como deuses não dão-se a liberdade de fazerem terapia
etc...
Fator Quântico diz:
Hum...agora sim ficou claro. Mas cara, eu não vou publicar isso, imagina!? Pode te trazer um prejuízo profissional!
Marcus Tadeu diz:
Prejuízo profissional?
Fator Quântico diz:
Sim.
Marcus Tadeu diz:
Ah sim, entendi. Na verdade eu não sou nada disso, entende?
Rótulos são o problema.
Fator Quântico diz:
Entendi.
Tem uma coisa que noto muito nos sites espiritualistas...Noto muita gente criticando o ego, o ego, o ego...
Me pergunto se não é viagem das pessoas sendo o ego uma parte
fundamental da nossa psique? O ego é algo que prevalece nesse processo? Tipo, ele vai sumir um dia? Entende a minha dúvida?
Marcus Tadeu diz:
Sim, entendo.
Fator Quântico diz:
Fico indignado com a crucificação do ego. (risos)
Marcus Tadeu diz:
O EGO enquanto vida na Terra é fundamental. Se não tem ego como pode ter a realidade advinda do que é o espírito?
 Nos conhecemos e assim nos situamos na vida. Eu sempre dou o exemplo da matéria História que tínhamos na escola. Muitas pessoas não gostavam de estudar História, mas tem um sentido fundamental em nossas vidas: A disciplina História é que vai nos direcionar e assim entendermos a cronologia de onde viemos, o que vivemos e para onde e o que viveremos com vida.
 É o mesmo por analogia que o EGO é a nossa História enquanto seres vivos, mortais, etc...
Então... Quem aliena o EGO realmente esquece o resto. O que as filosofias e ou teorias espiritualistas criticam é o ímpeto exacerbado ao prazer na vida, sendo o EGO o grande "causador" das barbáries que realmente é, mas não é bem assim. Eles criticam o dinheiro, mas, alguém um dia, materializou o dinheiro que de alguma forma já existia na Terra e viram como sendo um bom negócio e assim precisou de um EGO = SER PRESENTE para colocar a mão na massa e fazer a tal nota.
Fator Quântico diz:
Sim, isso é muito interessante.

Você percebe que existe a crença coletiva de que o dinheiro é o causador dor problemas do mundo? O dinheiro, a prosperidade, de alguma forma é uma energia “natural” da Terra que se manifesta fisicamente como a moeda. A crença de que ele é algo ruim é um bloqueio à entrada desta energia no campo energético desta pessoa. As pessoas que vivem culpando o dinheiro, são pessoas prósperas? Repare nos milionários, veja o que eles pensam sobre o dinheiro. Por traz desta crença limitante, também existem atrelados pensamentos de baixa autoestima, de incapacidade, pois cada pessoa pode ser absolutamente geradora da prosperidade que precisa desde que busque os meios para isso.

Marcus Tadeu diz:
Sem EGO como você constrói algo?
Já conheceu alguém na meditação espiritual seja lá o que for conseguir sumir com o EGO em vida presente nesse planeta? Eu não conheço...
Fator Quântico diz:
Sim é isso o que penso.
E será que fora do planeta o ego desaparece?
Marcus Tadeu diz:
Te digo que não é a questão de desaparecer.
Imagina assim... O mistério da pregação de Jesus simboliza uma questão iniciática para as pessoas e não de fé propriamente dita. A Cruz possui 4 pontas que podem ser demonstradas como as coordenadas norte, sul, leste e oeste
e assim os princípios acumulativos da existência como o fogo, a terra, a água e o ar.  O mito de Jesus na cruz representa ele como o 5º princípio que é o futuro da TERRA. Esse 5º princípio é chamado de Venus na tradição iniciática das idades.
 Então, o modelo Jesus ou Jefersus ou Joshua etc...
Fator Quântico diz:
Eitaa... #misericórdiamãededeus
Agora sim falou grego pra mim... (risos)
Marcus Tadeu diz:
É em símbolo esotérico o saque contra o futuro...
O que é isso? É a imagem da Terra como sendo o 5º princípio, ou seja, VENUS.
E VENUS é Luz, portanto a história é muito além do que prisão na Terra.
Fator Quântico diz:
De onde obtém essas informações?
Marcus Tadeu diz:
A Supraconsciência lhe fornecerá essas informações além de cursos e estudos
que ajudarão nesse processo.
Fator Quântico diz:
Perfeito. Então vamos falar agora mais objetivamente do Salto?
Marcus Tadeu diz:
Sim.
Fator Quântico diz:
Como tu conheceste O Salto, o trabalho do Bruno?
Marcus Tadeu diz:
Foi muito simples. Eu vi o curso, assisti aos vídeos no Youtube.
Primeiro procurei no Google algo como "iniciacao em SP", Veio a página do Bruno anotei o email dele, enviei o comunicado do meu interesse em fazer o curso, ele me enviou os procedimentos para depósito.
Eu depositei e no dia e local combinado fui fazer o curso.
Bem simples.

Você ainda não sabe o que é “O Salto” e está interessado em saber mais? Todas as informações que você precisa estão nas abas, no alto desta página. Vá direto para a página do Salto clicando aqui.

Fator Quântico diz:
Legal. Com detalhes por favor, como foi a iniciação?
Marcus Tadeu diz:
Bom, estávamos em uma sala com aproximadamente 8 pessoas.
Fora feito o procedimento dentro da sala, os processos de limpeza áurica etc...
E perguntas foram sendo feitas e a cada profundidade vinha algum tipo de resposta que detalhes é complexo eu comentar
porque só quem passa no processo é que entende. Aí não se cria expectativa.
Fator Quântico diz:
Certo.
Com relação às respostas que obtivestes, pode comentar?
Marcus Tadeu diz:
Na verdade também não porque é particular. O que posso te comentar que no meu caso a cada pergunta vinha uma resposta direta, clara e precisa sobre o momento.

É bom deixar claro que cada iniciação tem suas particularidades. Não é por que a experiência do Marcus ocorreu com os detalhes que ele revela que todas as iniciações serão assim. É um processo muuuuito subjetivo. Se relaciona com os “poréns” de cada pessoa, cada história, cada alma e ainda com as intenções de cada Supraconsciência.

Fator Quântico diz:
Algo sobre a tua origem?
Marcus Tadeu diz:
Naquele momento nenhum item da origem fora revelado. Só com o tempo vai se revelando.
Fator Quântico diz:
Quando fizeste o Salto?
Marcus Tadeu diz:
Foi em 22/04/2011.
Fator Quântico diz:
O que mudou em você, na sua vida após a iniciação?
Marcus Tadeu diz:
Bom, depende porque é muito generalista essa questão. Se for em relação a consciência hoje estou 101% preparado.
Fator Quântico diz:
(risos)
Marcus Tadeu diz:
E é nisso que vale as coisas, o resto são ajustes que vou decidindo ao longo da existência o que fazer e o que não fazer.
Fator Quântico diz:
Mas nos seu comportamento houve alguma mudança?
Marcus Tadeu diz:
Claro, mais clareza, certeza das coisas e espera... paciência.
Fator Quântico diz:
As pessoas do teu convívio notam alguma diferença em ti?
Marcus Tadeu diz:
Essa é uma boa pergunta... como de verdade eu não ligo o que acham ou vão achar de mim, não sei se notaram ou não notaram diferença. O que posso te dizer que eu notei em mim a diferença.
Fator Quântico diz:
No seminário
Fator Quântico diz:
Você construiu com a Supra a armadura?

Opa! Que papo é este de Armadura?
Se você não entendeu, clique aqui.

Marcus Tadeu diz:
Sim, mas de verdade isso hoje já nem me preocupo.
O objetivo não é ter ou não ter armadura.
O objetivo é utilizar a ponte do "O Salto" e colocar em evidência a você mesmo: a sua verdade.
Fator Quântico diz:
Entendo. Qual é a tua idade?
Marcus Tadeu diz:
35.
Fator Quântico diz:
De onde é? Mora em que cidade?
Marcus Tadeu diz:
São Paulo - Capital
Fator Quântico diz:
Fenômeno paranormal, algum?
Marcus Tadeu diz:
Eu mesmo sou oparanormal...fenômeno...(risos)... brincadeira. Nenhum.
Fator Quântico diz:
(risos)
Somos todos.

Nem todas as pessoas que fazem o Salto desenvolvem alguma paranormalidade espontaneamente. Como já disse acima, é muito subjetivo a cada pessoa como será vivenciada a experiência durante o seminário e na sua vida “pós-salto”. Então é possível que você precise praticar um pouco antes de conseguir emitir raios-lazer pelos olhos! (Risos).

Fator Quântico diz:
Muita gente desconfia do trabalho do Bruno por que ele é cobrado, as pessoas consideram o valor alto. O que tu achas disso?
Marcus Tadeu diz:
Se o preço for R$ 100.000,00 eu arrumo um jeito e faço.
Fator Quântico diz:
Por que nós temos essa capacidade, correto? De gerar os nossos recursos, materializar o sonho,é isso que quer dizer?
Marcus Tadeu diz:
Exato.
A prisão do dinheiro que é o X da questão porque cultuaram que é caro, que as pessoas não tem, que coisas "espirituais" que é dada de graça não pode cobrar
etc...
Então... Como vivemos no mundo capitalista material...
Fator Quântico diz:
lol
Marcus Tadeu diz:
...temos que ultrapassar a regra não a criticando ou desfazendo, mas olhando o objetivo maior em nós.

 Isso é o que eu chamo de “pensamento de pobre”. Sem malícia, mas é que as pessoas que carregam essas crenças negativas a respeito do dinheiro, principalmente quando ele se relaciona com a espiritualidade, tem consigo aquelas crenças de pouca valia de si mesmo, como expliquei mais acima. Consequêntemente ficam sem desfrutar de várias coisas da vida por que não se vem como capazes de gerar as circunstâncias de seus objetivos. Leia um artigo da Scheila Grade que explica muito bem tudo isso. Clique aqui.

Fator Quântico diz:
Eu penso que essa ideia de não ser correto pagar por trabalhos espirituais, está ligada com uma forma de manter as pessoas no pensamento de pobreza, de escassez, de incapacidade de gerar os recursos, será que estou certo?
Marcus Tadeu diz:
Faz sentido.
E muito!
Fator Quântico diz:
=D
Marcus Tadeu diz:
Religião faz só isso.
Só que os pobres, incapazes que mantém a verba ($$$) e como eles mantém a verba se são pobres e muitas vezes não tem o que comer?
Fator Quântico diz:
Ah ééé!
Essa é boa.
Eu posso pagar ao pastor, posso pagar pelos meus vícios, pelos meus hobbies, mas por coisas espirituais, ah não isso não!
U_U
(muitos risos)
Marcus Tadeu diz:
Isso. Mais ou menos por aí.
Fator Quântico diz:
Sim, sem falar que o cara, o Bruno, tem que sobreviver né?
Marcus Tadeu diz:
Exatamente. E ele quem escolheu isso.
E de verdade tem que cobrar.
Imagina você como *universitário* não tendo o que comer
mas tem que fazer estágio de 300 horas?
Fator Quântico diz:
Sim... Sim...
Marcus Tadeu diz:
Sem receber NADA porque tem que cumprir a carga da faculdade e em nenhum momento vão te perguntar se tem dinheiro para ir lá na comunidade 2x por semana, ficar 4 horas, perder o emprego se trabalha e ainda não ganhar nada por uma "promessa" de diploma?
Fator Quântico diz:
 É... imagina! (risos)
Marcus Tadeu diz:
É louco... isso é alienação de verdade.
Fator Quântico diz:
Muito bem, quanto ao trabalho do Bruno lá, me fala do charlatão que ele é pode falar! Entrega o jogo, vai! (risos)
Marcus Tadeu diz:
Eu não o defendo e nem o critico. O que posso lhe dizer que funciona o "O Salto". O que ele faz ou não faz é puramente escolha dele, só que comigo no processo tudo ocorreu 101%, portanto tenho a imagem positiva dele de verdade e confiei plenamente no processo sem medo, resquício.

Confiar plenamente no processo é fundamental para que ele seja mais exitoso. Se você for para a iniciação com medos, resistência, excesso de crítica, isso pode dificultar a sua interpretação das ideias vindas da Centelha Divina. Sua mente fica muito reativa por essas resistências e a conexão com a Supraconsciência dificultada. Você tem todo o direito de desconfiar do processo, mas quanto mais “entregue” você estiver, mais proveitoso poderá ser.

Fator Quântico diz:
Interessante.
Cara...não sei mais o que perguntar
(risos)
Marcus Tadeu diz:
(risos)
Você agora precisa é fazer. Parar de perguntar o que as pessoas acham daquilo ou isso e fazer de verdade.
Fator Quântico diz:








Marcus Tadeu diz:
Porque, como te disse, perguntas e perguntas não nos levarão a nada.
Precisa agora você passar pelo processo e aí sim praticar e saber a sua verdade.
Não a minha, não a do Reptile que está no seu blog, nada disso. Isso muda todo um contexto quando de verdade você fizer e assim for.

Mais uma vez concordo com Marcus. Ler sobre as memórias e descobertas de quem já foi iniciado é uma experiência bem diferente da de passar pela iniciação. A visão das coisas muda a perspectiva de vida... (risos)... e já sei que as coisas continuarão mudando sempre, na medida em que limpo o meu sistema espiritual dos imprints e implantes. E sinto como se a vida estivesse ficando mais “fácil”.

Fator Quântico diz:
Massa cara.
Bem, só pra finalizar, pra quem ler isto e tem essas dúvidas se deve fazer ou não, o que tu dirias a esta pessoa?
Marcus Tadeu diz:
Simples... diria que a vida aqui na Terra é muito mais interessante do que qualquer coisa. Se essa pessoa de verdade não está consciente dela mesma, jamais conseguirá tirar proveito da sua própria vida. Não vou influenciar se ela ou ele deve fazer ou não de verdade. O que posso dizer que eu me sujeitei a avaliar o meu processo e que me sinto completamente satisfeito com isso. Independe de Bruno, independe de médium, independe de qualquer um.
 Cada pessoa perceberá que o único futuro que lhe resta é a única decisão de decidir na melhor opção entre duas situações e para isso essa pessoa precisa estar consciente da realidade dela ou dele.
Fazer ou não fazer é uma opção.
De verdade o que posso deixar é que fiz e te passo o meu exemplo e não posso dizer pelo exemplo da outra pessoa o meu é verdadeiro. De outrem já não posso me responsabilizar. É uma escolha. Sempre dou o exemplo que a melhor solução é aquela opção que aparece ser mais conveniente no momento em que não tenho em nada a optar.
Fator Quântico diz:
Esqueci mais uma coisa (risos)
Também não acho que os rótulos, títulos tenham tanto valor nesse contexto. Mas você me disse que é Doutor. Podes me mencionar
as tuas titulações, se achar de deve?
Marcus Tadeu diz:
Antes do "O Salto" eu era sim Doutor em Psicanálise (porque atendia e as pessoas assim me chamavam). Também era Mestre em vários modelos de Sintonização Energética como Reich, Seichem, Teramai. Da mesma forma, formação profissional em inúmeras linhas de terapias complementares, tradutor, filósofo, gestor, especialista em estratégia, etc...
depois do salto....
OS TÍTULOS ALÉM DE NÃO DIZEREM DE VERDADE NADA, FAZEM COM QUE EU FAÇA TUDO MAIS SIMPLES EM MINHA VIDA.
Fator Quântico diz:
O_O
O Caps Lock foi de propósito?
Marcus Tadeu diz:
Sim.
Fator Quântico diz:
Uia!
(risos)
Marcus, muito obrigado mesmo!
Muito esclarecedoras as tuas palavras. Obrigado pela paciência e pelas explicações.
=D
Marcus Tadeu diz:
Ok, venha para o próximo curso em SP e me avise, ok.
Fator Quântico diz:
Eu vou fazer aqui na minha cidade mesmo, Pelotas-RS
em Agosto!

A conversa foi feita no dia 12 de Julho de 2012. Em Agosto de 2012 eu me submeti à iniciação e o depoimento estará publicado em breve aqui no meu blog Fator Quântico e no blog “O Salto Ciência” do Bruno.

Marcus Tadeu diz:
Ótimo, muito bom.
Fator Quântico diz:
Reuni uma turma (clique aqui) e o Bruno vem até aqui.
Marcus Tadeu diz:
Legal.
Fator Quântico diz:
Já está tudo certo, apenas a minha ansiedade que está a mil pela chegada do dia.
Marcus Tadeu diz:
Ok, combinado.
Fator Quântico diz:
Muito agradecido! Abração
Marcus Tadeu diz:
Abraço.

FATOR QUÂNTICO

Sobre o Autor

Escreva a descrição de administração aqui ..

© 2013 Fator Quântico. WP Theme-junkie converted by BloggerTheme9